Nesse episódio, Murilo Gun conversa sobre um sentimento que é importantíssimo para todos: coragem. Ainda há citações de Osho e discussões com sua esposa, Dani, sobre o assunto que é fundamental para todos num mundo onde tudo muda muito rápido.

O episódio contou com o patrocínio da turma intensiva do Reaprendizagem Criativa de carnaval, pela Keep Learning School.

Três insights foram capturados:

  • “Coragem é quando você mapeia que existe um risco, percebe, identifica, domina ele, fica atento a ele, tem medo dele, mas vai.”
  • “A criança tem um excesso de coragem, um excesso até exagerado de vez em quando, e nós adultos temos um excesso de medo. E, como sempre falo, extremos não são bons.”
  • “No mundo hoje, as coisas estão mudando tanto e tão rápido que as soluções do passado, que a gente aprendeu na faculdade, não servem mais para o cenário novo.”

Para assistir a série das 4 Habilidades do Futuro, basta clica aqui: http://4habilidades.com.br

  • Adilson Pereira Gomes

    Eu creio que coragem é ir ná fé mesmo sabendo que pode haver erros e riscos mas vc toma iniciativa

  • Paulo André V. Fernandes

    Oi Murilo, e aí como vai?
    Muito boa a sacada sobre coragem… foi tão bacana que logo que terminei de ouvir, liguei para minha filha no interior que tem 9 anos e falei com ela, pois ela é muito medrosa… e é claro que usei uma forma mais didática para a idade dela…rs… Tenho aprendido/ligado os pontos no que ouço aqui com você.

    Tive algumas idéias que gostaria de compartilhar contigo, tentei no e-mail soufoda@keeplearning e não está sendo entregue. Caso queira trocar uma idéia estou por aqui. Decidi escrever depois que ouvi você dizendo que as vezes tem vontade de sentar ao lado de alguem em um lugar publico e ouvir a historia da pessoa… isso foi no monday nigth burger.
    E outra, quem não arrisca não se lasca… e eu quero me lascar… no bom sentido, Se lascar no sentido de enfrentar algo novo, ser desafiado… ter que ser diferente… pois quando somos diferentes somos doidos e depois que enfrentamos nosso caminho temos que ser diferentes e doidos para continuar…muito louco isso…kkkkkk
    Qualquer coisa meu e-mail é: pkatho@gmail.com/
    Facebook: Paulo Andre V. Fernandes

    Um grande abraço bro!

    Paulo André Vicente Fernandes.

  • Futuro Informático

    Fala aí Murilo, como vai? Curti o seu podcast. Eu tenho uma concepção um pouco diferente, Valentia > Coragem. A valentia conta com os valores individuais, normalmente acumuladas pelas experiências e conhecimentos que se adquire na vida. Quando se sabe bem o que se quer e se tem a percepção de que há condições próprias para superar os desafios, tal qual os navegantes, já não é coragem, é valentia. Cada um conta com o seu próprio valor.
    Assim como há também o temor e o medo. O medo é natural e responde ao sentido de preservação. Todo mundo tem e é saudável, pois nos faz estar atento. O temor é paralisante, normalmente influenciado por preconceitos, dogmas, imaginações, etc., não está baseado em um fato concreto, mas algo que paralisa as próprias ações antes da luta.

    Valeu.
    Abs.
    Marcelo

  • Carolina Lima

    É meio contraditório, porque quanto mais corajoso você é, mais medo você tem. A neurociência explica que quando você faz algo, independente com qual sentimento, e aquilo te dá prazer, o seu cérebro tende a repetir porque libera a endorfina. É paradoxal porque quanto mais medo você sente, mais prazer te dá e mais coragem você tem rs. Acho que é isso rs quase me confundi aqui rs. Temos que treinar nosso cérebro a ser corajoso, mesmo tendo medo.

GunCast © 2015