Já pensou no storytelling visto da perspectiva de um garçom? Os elementos da história são jogados a cada contato com o cliente, e assim, um serviço pode aprimorar e personalizar a satisfação de quem o recebe.

Esse foi o tema discutido durante o 114º episódio do Guncast!

Durante o podcast, foram capturados esses três insights:

  • “Tudo são histórias, a experiência de uma pessoa é uma história, a gente vive uma história.”
  • “A culpa do liderado é sempre culpa do líder.”
  • “O garçom tem que ser um expert em storytelling, em desenhar experiências pra fazer com que aquela experiência seja incrível.”

Sugestões de temas para debater:

  • Qual foi o último lugar que você foi, e que o atendimento foi memorável?
  • Você costuma dar feedback ao gerente ou responsável quando mal atendido?

Te esperamos no próximo episódio 😉

  • Lina Ramos

    E aqui estou eu com a minha história. Sou mochileira, nunca tenho grana para luxos…. mas quando fiz 23 anos de casada resolvi experimentar uma coisa de gente rica. Procurei um hotel 5 estrelas para me hospedar por um dia. Mil reais a diária (pensão completa) uh… doeu, mas era questão de honra. Coloquei na observação da reserva que era uma comemoração de aniversário de casamento. Eles sabiam minha história, mas não souberam interpretar. Quando saimos para jantar, o pessoal deixou 2 bomboms sonho de valsa na cama… aff… Senti-me numa reunião pedagógica de início de ano na escola. Bombom? Esperava uma champanhe, um drink, ou um vinho pra apimentar a noite… Tem estabelecimentos que são muito ruins para interpretar as histórias do cliente…

GunCast © 2015