Nesse episódio, Murilo fala sobre atendimentos de funcionários com o cliente. No decorrer do episódio, o assunto se desdobrou para os diferentes atendimentos baseados nas culturas de cidades brasileiras.

Os insights capturados durante o episódio foram:

  • “Se não for o trabalho dos sonhos, não é motivo para não fazer com extrema excelência e alegria.”
  • “O que tem que ser feito, merece ser bem feito.”
  • “Precisamos ficar de olho em quem faz direito e diferente, e tentar se aproximar pra modelar e aprender.”

Sugestão de temas para serem debatidos aqui nos comentários:

– Qual foi o melhor lugar (cidade ou estabelecimento) que você teve uma boa experiência de atendimento?
– O que é necessário para um funcionário realizar um bom atendimento?

Te esperamos no próximo episódio 😉

  • Jamerson Lima

    Concordo. Fortaleza é muito bom, inclusive o atendimento… Na Bahia é assim também!!!

  • Wilderlan Uchoa

    Condordo, sou cearence de fortaleza mais acredito que a felicidade no atendimento está nos clientes, no caso eu e você, todos! Muitas vezes chego em alguns lugares com aquele ânimo e já passo para a garçonete e ela já começa a me tratar como um animo a mais, porém tem aqueles que chegam com uma cara de .. E acabam estragando muitas vezes o próprio atendimento.

  • Renato Arléo

    Sou de Salvador-BA, posso dizer que aqui as pessoas podem até te atender com um sorriso no rosto, mas é uma lezeira pra fazer as coisas que até honra a fama que Baiano tem de “preguiçoso”. Ainda temos muito o que aprender com o ritmo de São Paulo, etc. Sem a prepotência, com o calor de Fortaleza e pró-atividade necessária!

  • Fabiana Rodrigues

    Sou Paulista, já viajei pra Fortaleza, Recife, Natal e Salvador. Mas Fortaleza foi o melhor atendimento mesmo, fizeram tudo com agilidade, sorriso no rosto e muitas vezes umas piadinhas. A alegria deles em nos atender era um diferencial.

  • Virginia Benicio

    Gun, esse foi podcast que eu mais amei até agora, Cearense é povo feliz de verdade, inteligente e “desenrolado”, tenho orgulho de ter nascido nessa terra, e um cara como você , que consegue impactar tanta gente , falando tão bem de nosso povo , é muito massa. Temos grandes personalidades , na música, na arquitetura, na matemática, inclusive no Humor que também é uma praia que você domina. Assim como você ama o Ceará, Fortaleza, nós também te amamos e admiramos muito ! muito sucesso e bênçãos na sua vida e de sua familia linda !

  • André Andrade de Paula

    Eu sempre fui muito bem atendido em João Pessoa. Diferentemente de Recife que conforme você mesmo disse, é uma “São Paulo nordestina” onde as pessoas tendem a serem mais fechadas mas não é só esse lance, acho que em SP por exemplo existe uma consciência maior da necessidade de se trabalhar pois a fila é grande para qualquer vaga e aqui em Recife o pessoal não tem essa noção e na maioria das vezes são mal treinados. João Pessoa a coisa é mais leve, as pessoas demonstram que realmente vivem melhor (claro que o fluxo de tudo é menor).

    O funcionário precisa entender o papel dele na empresa e tem que estar bem estabelecido o que aquele trabalho representa na vida dele. Tem empresas que procuram apenas o cara que cobra, não procura um cara cordial para atuar no caixa (cada um tem o que merece, já ouviu essa?!).

GunCast © 2015