Consciência coletiva é o assunto que Murilo e seu pai, Seu Vital, discutiram durante o 178º episódio.

Dentro de poucos anos, tivemos drásticas mudanças no que era considerado normal para a sociedade que passou a ser estranho, absurdo e em alguns casos, proibido.

Aperta o play e acompanha esse papo 😉

 

Nesse episódio, foram capturados 3 insights:

  • “É engraçado como as coisas vão saindo do totalmente inaceitável para o totalmente aceitável, e vice-versa.”
  • “O normal vira estranho e o estranho vira normal. E nessa busca do novo normal, sempre tem as pessoas que vão liderar, que serão as pioneiras a propor o novo normal.”
  • “O consciente coletivo é a média da consciência individual dos seres que integram aquele contexto.”

  • Henrique Victorino

    Coencidencia ou não, colocando em dia hoje os podcasts o início do livro VLEF fala disso.
    Sempre que penso nessas mudanças bruscas da sociedade me vem à comunicação, eu achava fantástico na década de 90 usar o IRC e ter 10 janelas conversando com 10 mulheres diferentes ao mesmo tempo, sendo que antes disso o maximo que conseguia e era permitido pela tecnologia era conversar com uma no telefone.
    Se pensar hoje isso já se potencializou muito mais. Você tira uma foto no histories e 100 mil visualizam.
    Outro aspecto que penso é a questão dos Söns. De como era os barulhos e ruídos da sociedade a 20 ou 30 anos, já imaginou entrar em um banco na década de 70 ou 80 e as máquinas de escrever arrebentando, somadas ao cigarro que era normal fumar. Sair na rua e aquele monte de Brasília e Fuscas
    Extremamente barulhentos, talvez na época a maior vantagem dos trólebus era a redução de ruídos pela parte elétrica.
    A questão da moda também muda muito isso. A Xuxa apresentava o programa de maiô.

  • Paulo André V. Fernandes

    Murilex… Bom dia maninho, sou Paulo André Vicente Fernandes e me juntei a um aluno que concluiu o curso do Coach do Sr. José Roberto Marques no IBC e estou partindo pro Hardwork com ele, partindo pra Action. Eu gostaria De solicitar, por gentileza, alguma dica de como montar nosso primeiro projeto para apresentação em uma faculdade e nosso foco inicial é sobre conexões, conectar, ligar os pontos, pois acredito que a luz no fim do túnel podemos ser nos mesmos! Desde já muitíssimo obrigado e fica aqui minha maior gratidão em você existir manolito. Ah e estou caminhando com um projeto sobre energia que você acharia muito maluco kkkkkkkkkkk. Vou enviar um e-mail para o Brunão, pois caso você não veja esse comentário, talvez ele fale contigo sobre a parada e como você diz Hardwork Papai Kkkkkkkkk. Grande abraço maninho.

  • liana pessoa

    Teu pai é FODA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

GunCast © 2015