Você já se perguntou se a inovação que quer implementar no seu produto ou empresa é sustentável? Sim, sustentável no sentido de ter um alto nível de diculdade caso outra pessoa também tente executá-lo.

O diferencial do ar condicionado dentro do táxi foi sustentável? E o wi-fi em restaurantes? E os apps para solicitar uma corrida? E o Orkut?

Bom… escute o episódio de hoje e compartilhe sua opinião!

Esses foram os insights capturados durante o episódio:

  • “O wi-fi é o novo ar condicionado.”
  • “Existem 3 tipos de sustentabilidade, a ambiental, social e econômica.”

Te esperamos no próximo podcast 😉

  • Alexandre Vasconcelos

    Essa sustentabilidade que você menciona, eu vejo, está muito ligada àquela questão da estratégia do oceano azul. Você falou do Uber, mas também podemos citar o Air BNB, que é um serviço disruptivo, sem concorrência e que ninguém ainda conseguiu fazer frente, ou seja, tem mais uma caminhada pela frente com sustentabilidade, já que é um diferencial. Mas ter um diferencial sustentável também pode ser pegar um problema mal resolvido e criar uma solução foda, que ninguém consiga copiar ou fazer com a mesma qualidade em um curto espaço de tempo. O Google é um exemplo disso, ele veio depois de outros buscadores, mas porque ele domina o mercado? Porque eles são foda, ninguém consegue entregar um diferencial sustentável pra fazer frente. Acho que o melhor mesmo é ser uma fábrica de diferenciais sustentáveis, ainda que sejam de curta duração, pois quem tem essa mentalidade de sempre querer entregar algo melhor do que existe hoje sempre estará na frente, e isso (em si) já é um diferencial sustentável.

GunCast © 2015